seguridad vial
Seguridad Vial

Descubra o que funciona (e o que não) na segurança rodoviária

Os acidentes de trânsito custam mais de 100.000 vidas na América Latina e no Caribe a cada ano e produzem um alto impacto na sociedade

* Co-autor: Claudia Bustamante

Anos perdidos por morte prematura e incapacidade causada por acidentes de trânsito são equivalentes ao impacto combinado de HIV/AIDS, câncer de pulmão, tuberculose e malária. Além disso, é a principal causa de morte de crianças entre 5 e 14 anos e a segunda para os jovens de 15 a 29 anos. Conhecer as histórias de sucesso de segurança rodoviária é essencial para a América Latina e Caribe.

No entanto, nem tudo são más notícias. Muitos governos da região estão experimentando, com diferentes ferramentas, para conseguir estradas e ruas mais seguras, e uma nova publicação do BID analisou mais de 100 iniciativas para avaliar o que funciona (e o que não funciona) na segurança rodoviária em nossos países.

As experiências de êxito na segurança rodoviária na América Latina e no Caribe são uma ferramenta que fornece informações sobre ações de segurança rodoviária bem sucedidas na região e apresenta a metodologia e os resultados obtidos.

O BID, em colaboração com a Associação Espanhola de Estrada, apresentou uma coleção de quatro relatórios com base em fatores de infra estrutura, veículo, comportamento humano e  questões legais onde as ações são avaliadas país por país. Além de um resumo executivo onde se reúnem as principais conclusões de cada fator.

O fator infra estrutura inclui as experiências obtidas de auditorias de segurança rodoviária e das seções de tratamento de concentração de acidentes rodoviários, entre outros. O fator veículo considera inspeções técnicas, marcos regulatórios, sistemas de identificação de veículos. O fator comportamento humano inclui campanhas de segurança rodoviária, instituições públicas e privadas e programas de treinamento. Finalmente, os fatores administrativo e legal abordam as experiências sobre planos de segurança rodoviária, a criação de registros e o fortalecimento das organizações públicas e privadas.

No total, 109 experiências de êxito internacionais foram analisadas para promover a transferência de conhecimentos, fortalecendo alianças estratégicas entre todos os setores público e privado, sociedade civil e organizações não governamentais.

Estas cinco publicações são complementadas por diagnósticos de segurança rodoviária, incluindo a análise de pontos fortes, oportunidades, desafios e ameaças, e um plano de ação para cada país.

Sem dúvida, o conhecimento adquirido pelo trabalho de muitos pode ser convertido em futuras experiências de êxito em outros países, e, finalmente, conseguir continuar a melhorar vidas através de transporte e mobilidade mais seguros.

Abaixo os cinco fundamentos de experiências de êxito:

-Resumo Executivo

Fator Humano

-Fator Institucional, Legal e de Controle

-Fator Veículo

-Fator Infra Estrutura

Descubra outras publicações relacionadas:

-“O diagnóstico de segurança rodoviária de 25 países na região”;

-“Os custos dos acidentes rodoviários na América Latina”;

-“Segurança rodoviária infantil: uso dos sistemas de retenção”.

 

* Claudia Bustamante foi Consultora da Divisão de Transporte do Banco Interamericano de Desenvolvimento, com mais de 9 anos de experiência no setor. Ela é formada em Engenharia Civil, especializada em rotas pela Universidad del Cauca (Colômbia) e auditora de Segurança Rodoviária. Sua experiência inclui trabalhar com o Governo da Colômbia como especialista de vias para o Instituto Nacional de Vias (INVIAS), na Rede Nacional de Estradas e na Agência Nacional de Concessões/Agência Nacional de Infra Estrutura (INCO / ANI).

Deja un comentario

Su dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados *