POLÍTICAS PÚBLICAS PARA MELHOR
QUALIDADE DE VIDA.

Uma plataforma virtual dedicada ao setor de infraestrutura

ideia | 16 Dezembro 2016

Fortaleza - aérea aeroporto

 

Reinaldo Fioravanti, Karisa Ribeiro, Carolina Lembo e Rodrigo Cruvinel*

O Brasil está inaugurando um espaço na maior comunidade virtual que reúne e discute o setor de infraestrutura mundial, a plataforma GViP. A Área Brasil, disponibilizada dentro da plataforma pelo endereço eletrônico www.gvip.io/brazil, reunirá informações essenciais sobre projetos de infraestrutura avalizados pelo governo brasileiro, para acompanhamento de especialistas, executores e investidores.

Para compreender a importância desta participação dentro da plataforma basta dizer que, entre os empreendedores internacionais, ela é considerada como o “Linkedln” do mundo da infraestrutura. A plataforma GVIP conta com 2.388 especialistas, 1.758 projetos em 155 países, com um valor total de projetos na ordem de US$ 4 trilhões. Por meio da plataforma são feitos contatos com especialistas e é possível acompanhar as diferentes etapas dos projetos em todo o mundo.

A Área Brasil na GVIP só foi possível existir graças a uma cooperação técnica do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) junto à Secretaria de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda (SEAE/MF).

As informações apresentadas são detalhamentos de projetos de infraestrutura a serem concedidos pelo governo federal do Brasil, ou seja, todos os projetos têm o crivo governamental trazendo transparência e eficiência aos projetos de concessão e PPP do país. Para facilitar a circulação das informações de forma globalizada e atingir investidores estrangeiros, os projetos brasileiros são disponibilizados em língua inglesa.

Os primeiros projetos a serem colocados na plataforma são os projetos de concessões dos aeroportos de Florianópolis, Fortaleza, Porto Alegre e Salvador. A intenção é atrair a participação do setor privado internacional em investimentos de infraestrutura brasileiros e disseminar da melhor maneira os projetos do programa de concessão no mercado internacional.
“A GVIP é uma comunidade onde todos nós confiamos uns nos outros e estamos procurando maneiras de melhorar nossos projetos e relacionamentos comerciais. Não há outro lugar na web onde esta qualidade e quantidade de tomadores de decisão para os grandes projetos de infraestrutura globalmente estão disponíveis para discutir arranjos de parceria”, diz Chris Hussey, Diretor da Global Lead Generation/EcoSys, um dos usuários da plataforma.

Recentemente, o Gerente de Infraestrutura e Energia do Banco Interamericano de Desenvolvimento, Pablo Fonseca Pereira dos Santos, e o presidente da CG/LA Infrastructure, Norman Anderson, escreveram juntos um artigo para o jornal “O Globo”, em que destacam a importância deste tipo de plataforma para realizar as melhores conexões nos projetos de infraestrutura.

“O engajamento dos agentes é uma necessidade e, sobretudo, uma vantagem, pois aumenta significativamente as chances de o projeto ser bem-sucedido, tornando-o mais sustentável e atrativo. Uma plataforma de infraestrutura deve ser um modelo de negócios com foco nos clientes (cidadãos, usuários e investidores), que os conecte com os projetos e que também os envolva na sua concepção, desenvolvimento e maturação. O BID, como os demais bancos multilaterais de desenvolvimento, tem investido no desenvolvimento de plataformas de infraestrutura”, diz um dos trechos do artigo publicado no Globo, em 3 de dezembro de 2016.

Imagem: Aeroporto de Fortaleza – Portal Brasil

*Reinaldo Fioravante é Especialista sênior em Transportes no Banco Interamericano de Desenvolvilmento
*Karisa Ribeiro é Especialista sênior em Transportes no Banco Interamericano de Desenvolvilmento
*Carolina Lembo é Consultora em Transportes no Banco Interamericano de Desenvolvimento
*Rodrigo Cruvinel é Consultor em Transportes no Banco Interamericano de Desenvolvimento

 

Deixar um comentário