POLÍTICAS PÚBLICAS PARA MELHOR
QUALIDADE DE VIDA.

Nas asas da sustentabilidade

ideia | 4 Novembro 2013

bid aviação

O Brasil deu um passo importante para diminuir o impacto do uso dos combustíveis fósseis na aviação, com a realização do primeiro vôo comercial utilizando bioquerosene. Isso representa um avanço para essa indústria que utiliza intensivamente combustíveis fósseis. Aqui vão mais algumas razões que demonstram os benefícios econômicos que o uso de biocombustíveis pode gerar na indústria:

  • Aeroportos representam 5% das emissões globais dos gases de efeito estufa causadas pelo setor de transporte aéreo. Com a adoção de biocombustíveis, as emissões podem ser reduzidas em mais de 80%.
  • O processo de produção e manejo do biocombustível poderá ser mais barato que dos combustíveis fósseis a médio e longo prazo. Esse benefício pode ser transferido diretamente ao consumidor, já que o combustível representa cerca de 40% do custo total da passagem aérea.
  • O biocombustível apresenta desempenho igual ou melhor que os combustíveis fósseis.

Para que esta iniciativa ganhe escala serão necessárias adequações profundas, tais como legislação, modificações nas estruturas de abastecimento dos aviões nos aeroportos, e um sistema produtivo capaz de atender a demanda de uma malha aérea crescente sem impactar a produção de alimentos. A revolução dos biocombustíveis na aviação não vai acontecer de um dia para o outro, mas é uma alternativa para construir uma indústria que emita menos carbono e seja mais sustentável.

Pensar modelos energéticos alternativos parece ser o principal caminho rumo a uma sociedade mais sustentável sem sacrifício em qualidade nem eficiência.

Deixar um comentário