POLÍTICAS PÚBLICAS PARA MELHOR
QUALIDADE DE VIDA.

Quer ganhar um iPad Mini? Conheça o SIMS e participe do concurso de posts

ideia | 26 Setembro 2016

SIMS_mercado de trabalho_previdencia social_concurso de blogpost_ipadmini

María Laura Oliveri e Melany Gualavisí*

O BID abriu hoje ao público o maior portal de dados sobre mercado de trabalho e previdência social da América Latina e do Caribe. O Sistema de Informação sobre Mercados de Trabalho e Previdência Social (SIMS) traz estatísticas que permitem comparações entre 23 países, além de informações institucionais e publicações acadêmicas sobre o mercado de trabalho da região. Com esta plataforma digital, o BID pretende contribuir para a criação, monitoramento e avaliação de políticas fundamentadas em evidências, que promovam o desenvolvimento da região.

O objetivo do SIMS é ser um espaço aberto para tomadores de decisão, estudiosos de setores da economia, pesquisadores, estudantes universitários e agentes regionais importantes, que tenham especial interesse e desejem realizar as próprias análises nas áreas de políticas trabalhistas, desenvolvimento de qualificações, empregabilidade e previdência social. Por isso, juntamente com o lançamento do SIMS, o blog do BID Factor Trabajo está lançando o primeiro concurso de blogposts baseados nestas informações.

Uma visão completa do mercado de trabalho

O conteúdo do SIMS vai muito além de dados. Ele reúne informações estatísticas comparáveis e traz mapas institucionais com informações detalhadas sobre as principais instituições dos setores de trabalho e previdência social em cada um dos países latino-americanos. Todos esses dados permitem compreender a estrutura organizacional dos órgãos ligados ao emprego e trabalho, qualificação de mão de obra, previdência e diálogo social.

Em um único espaço, o SIMS traz as publicações mais relevantes da Divisão de Mercados de Trabalho do BID, catalogadas por tipo, tema, ano e autor.

 

 

banner1

Quais são as estatísticas reunidas no SIMS?

Todos os dados do SIMS são provenientes de pesquisas domiciliares realizadas em cada um dos países da ALC incluídos na plataforma. Uma das grandes vantagens dessa estrutura é que as informações estão harmonizadas, de modo a permitir comparações e garantir coerência entre as diferentes nações da região. As estatísticas cobrem os 72 principais indicadores de um período que se inicia em 1990 e chega ao mais recente ano disponível. Além disso, o SIMS oferece séries históricas de dados, facilitando análises e comparações da evolução de qualquer um dos indicadores ao longo do tempo.

Os indicadores são atualizados semestralmente, de acordo com a disponibilidade de novas pesquisas domiciliares, e contemplam seis dimensões: população, emprego, desemprego, renda, previdência social e pobreza. As estatísticas são apresentadas tanto em níveis quanto em taxas, e estão divididas por critérios – gênero, faixa etária, grau de instrução, região geográfica, tamanho da empresa, grupos de renda e total familiar.

As informações podem ser visualizadas em formato de tabela ou gráfico interativo. É possível baixar várias delas, para então utilizá-las. A interface é fácil de navegar, permitindo que o leitor percorra a plataforma intuitivamente e encontre a definição de todas as variáveis disponíveis.

O folder em português do portal está disponível para download gratuito.

 

*María Laura Oliveri é consultora da Divisão de Mercados de Trabalho e Previdência Social do BID, desde março de 2013. Anteriormente, trabalhou como profissional associado junior no Banco Mundial, no Departamento de Desenvolvimento Humano na América Latina e no Caribe. Fez consultorias no âmbito da Organização Internacional do Trabalho para os ministérios da Economia e da Saúde da Argentina. Possui experiência em análise de microdados e tem se especializado em questões de mercado de trabalho e proteção social na América Latina. É economista pela Universidade de Buenos Aires e possui mestrado em Economia pela Universidade Nacional de La Plata.

*Melany Gualavisí é consultora da Divisão de Mercados de Trabalho e Previdência Social do BID, desde abril de 2014. Anteriormente, trabalhou como consultora no Banco Mundial, com base no Equador, e como consultora e assessora de várias instituições públicas no mesmo país, incluindo a Secretaria Nacional de Planejamento e Desenvolvimento. Melany é economista pela Universidade Católica do Equador e tem mestrado em Economia do Desenvolvimento do Instituto de Ciências Sociais da América Latina, onde, por sua vez, trabalhou como assistente de pesquisa.

Deixar um comentário